sábado, 19 de março de 2011

Hora da partida


É hora de partir,
Mas antes de embarcar no trem
Que me levará para longe de você
Preciso ter certeza que,
De nós dois,
Eu sou o único a querer que
O passado se torne presente
E o futuro inatingível por pelo menos uma noite.
Preciso desfazer todos os nós que me prendem a você.
Preciso voltar a ser livre.
Então diga que não pensa em mim;
Diga que nunca mais sonhou com um beijo meu,
Minta que me tendo aqui em sua frente
Não passou nem por um momento em sua cabeça
Pular em meus braços como tantas outras vezes você já fez.
Não vou negar que meu coração impede meus pés de seguirem a razão
E saírem correndo para onde meus olhos não mais te vejam.
Mas tenho que me manter firme.
Tenho que superar essa dor que me joga no chão.
Tenho que conseguir superar essa força
Que me trás até você.
Não sei por que ainda insisto nessa loucura,
O destino se encarregou de te manter longe de mim
E seu silencio só comprova seu medo de ser feliz.

4 comentários:

Kaline disse...

é sempre uma hora te ler sabia?! Vc me inspira em tudo, em cada palavra. Só podia ser um gênio mesmo neh? pra escrever e fazer toda essa poesia só por fazer..

te amo!

Janaina Cruz disse...

Iuri, as vezes é preciso viver toda a roupagem do passado, até que se desgaste completamente e um novo futuro seja desenhado, o presente é sempre a ponte mais segura.

Gostei demais do teu blog, sigo o comprazer.

Abraços e ótima semana pra ti

Cristyn disse...

Realmente muito legal! Lindo e sensível! Você é muito bom nisso! *--*

♉ Fernαndα disse...

Peerfeito o seu blog, parabéns !
muito bom os seus possters, ameei *--*